top of page

Hoje vamos falar em nome dos "pequenos"!



Já ouviste dizer certamente… “é cão pequeno, por isso ladra histericamente!!”


Costuma-se usar o termo de “síndrome do cão pequeno”, mas este rótulo é injusto e infeliz, porque coloca no cão a origem do problema.


Contudo, na sua maior parte, são sim comportamentos aprendidos com os seus humanos, ou seja, somos nós a origem do problema.


Os cães pequenos sentem a necessidade de compensar a sua pequena estatura, através de comportamentos como:

⏩excitação

⏩saltar para as pessoas

⏩rosnar

⏩morder

⏩evitar e ter medo de cães maiores

⏩relutância em fazer o que lhe pedem

…porque ninguém os ouve!📢


Frequentemente estes comportamentos são reforçados pelos seus humanos, que pensam que como são pequenos, não vão causar dano, em comparação com cães de porte grande.


Há pessoas que acham “engraçado” dar os dedos para o seu cão morder…por vezes ele até já rosnou para aumentar a distância, para fazer parar aquela brincadeira, mas as pessoas insistem e acham divertido porque…..afinal, só faz cócegas!...

Ninguém faria esta brincadeira com um pastor alemão…


Muitos estudos já concluíram que cães pequenos são tipicamente mais receosos e têm propensão em exibir mais comportamentos problemáticos.

Eu costumo pedir aos meus clientes com cães pequenos para imaginarem que têm à sua frente um São Bernardo ou um Rafeiro Alentejano.😉


Vamos respeitar todos por igual. São todos da mesma espécie, apesar de grandes diferenças físicas e de comportamento, todos utilizam a mesma linguagem corporal.


Protejam os "pequenos"!

Sejam os melhores guardiões ❣️

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page