top of page

Cão de loiça

"...faz a alegria das crianças, quando saem da escola vêm cá todas dar festas ao Lima..." Dizia o proprietário desta loja a uns clientes acerca do cão de loiça chamado Lima.


As crianças adoram dar festas, até a um cão de loiça!


O importante é mesmo ensinar de que forma. Através de uma associação de animais eu vou a escolas ensinar valores e algumas regras básicas de boa convivência com caninos e felinos. Como dar festas é o tema habitual.


O primeiro valor que qualquer adulto deve passar a uma criança é que um animal NÃO é um brinquedo, portanto, não está à nossa disposição. Devemos viver em harmonia e respeitarmos o seu mundo.


Não se deve acordar um cão porque "agora quero brincar". Não se deve tirar a taça de comida porque "agora quero ver a o focinho que faz". Não se deve roubar o brinquedo ou osso do cão porque "agora é meu". Não se deve puxar as orelhas, cauda ou bochechas porque "quero ver como fica". Não se deve "cavalgar" os cães porque "é giro...até parece um cavalinho".


Se o cão rosna, a criança tem de aprender que deve parar de imediato com o que está a fazer, porque o cão está a usar a sua habilidade de comunicação para lhe dizer "pára com isso" ou "afasta-te".


Crianças e animais podem ter uma relação feliz e salutar. Os adultos precisam de conhecer sobre a forma como os animais comunicam e aprender estratégias de prevenção.


Vai trazer um cão para casa e tem crianças? A relação tem sido boa mas tem algumas dúvidas? Já está difícil? Consulte-me!


Cão de loiça

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page